tv-e-series   / Consciência Negra

10 séries com protagonismo negro que você deve assistir!

Da comédia ao drama, Atrevida separou programas incríveis disponíveis nas plataformas de streaming

Publicado sexta 20 novembro, 2020

Da comédia ao drama, Atrevida separou programas incríveis disponíveis nas plataformas de streaming
Cena de "Grown-Ish" - Divulgação/ABC

Nesta sexta-feira (20), é celebrado o Dia da Consciência Negra. Como forma de homenagear e respeitar a data e tudo o que simboliza, Atrevida selecionou dez séries com protagonismo negro que são necessárias nas listas de “assistidos” de todos.

Vamos lá!

+++LEIA MAIS: Consciência negra: Confira lista de conteúdo no Disney+ para todas as idades

Cara Gente Branca

“Dear White People”, uma série que já conta com três temporadas na Netflix, foi lançada em 2017, tendo como base o filme de mesmo nome feito em 2014. A trama acompanha um grupo de alunos negros da faculdade estadunidense Winchester University, que sofre com a predominância branca no campus.

Depois de uma festa de Halloween com tema racista, incitando blackface, a aluna Sam White (Logan Browning) cria um programa de rádio “Dear White People”, “Cara Gente Branca”, em tradução literal.

O seriado cuida das tensões raciais entre os personagens de forma bem-humorada e irônica, mas sem tirar o peso que é a importância das discussões feitas na tela. Divididos em dez por temporada, os episódios alternam seus protagonistas.

 

The Get Down

“The Get Down” é uma série de apenas uma temporada, lançada em 2016, pela Netflix. O seriado, que conta com um grande apoio musical, conta a história de adolescentes nascidos no Bronx, bairro da cidade de Nova York, no fim dos anos 70. Os onze episódios, que abordam diferentes assuntos relevantes da sociedade, como racismo, intolerância religiosa e machismo, acompanham o surgimento de um novo gênero musical na metrópole americana, focando nos jovens negros e de outras minorias da cidade.

Nomes conhecidos montam o elenco de “The Get Down”, como Justice Smith, protagonista de “Por Lugares Incríveis”, Shameik Moore, de “Deixe a Neve Cair”, o rapper Jaden Smith e a atriz Herizen F. Guardiola.

 

Scandal

“Scandal”, série da mesma criadora de “Grey’s Anatomy”, foi lançada em 2012, mas ainda tem um grande público ao redor do mundo. As sete temporadas mostram a história de Olivia Pope, interpretada pela atriz Kerry Washington — que agora atua em “Pequenos Incêndios por Toda Parte”. Pope, após deixar seu cargo de ex-Diretora de Comunicações da Casa Branca, cria sua própria empresa especializada em gerenciamento de crise, como forma de manter a imagem de grandes personalidades da política estadunidense, 

A representatividade de uma mulher negra no cenário político dos Estados Unidos, que na vida real é dominado por homens brancos, fez com que a série fosse um sucesso mundial, levando oito estatuetas da época de premiações entre 2013 até 2018, ano de seu término.

 

How To Get Away With Murder

Outra série bem premiada envolvendo personagens femininas negras no mundo jurídico é “How To Get Away With Murder”, série de 2014 protagonizada por Viola Davis.

No seriado, Viola interpreta Annalise Keating, uma professora da Faculdade de Direito da Filadélfia, que também atua como advogada criminal. Durante suas aulas, ela escolhe cinco estagiários para trabalhar em sua firma. Entretanto, a história acaba se complicando depois que o campus da faculdade vira cenário de um assassinato.

 Assim como “Scandal”, “How To Get Away With Murder” acumula oito prêmios de cerimônias entre 2014 e 2015.

 

Luke Cage

“Luke Cage” é uma série de super-herói que não traz os looks típicos dos poderosos que estamos acostumados a ver. Passando-se em Harlem, bairro de Nova York conhecido por sua predominância negra, Luke Cage é um herói de camiseta e moletom, que usa seus poderes — que envolvem ter uma pele à prova de balas — para sobreviver.

“Cage luta contra vilões fantásticos, bem como policiais corruptos. Ser um herói afro-americano com a pele à prova de balas carrega uma importância social e política distinta”, comentou uma professora de estudos afro-americanos da Universidade da Carolina do Sul, na época do lançamento da série, em 2016.

Baseado nos quadrinhos de 1970, pouco foi alterado para o roteiro atual do seriado, que continua tratando da tensão racial nos Estados Unidos.

 

Insecure

“Insecure”, série de quatro temporadas da HBO, foi lançada em 2016. O seriado mostra a vida de Issa Dee (Issa Rae) tentando se estabelecer na cidade californiana de Los Angeles. Os episódio mostram de forma real e crua a realidade da vida adulta, com todas as suas dificuldades, principalmente a busca para ser “perfeito” — sentimento que baseou o nome da série.

A atriz Issa Rae não só estrelou como criou a série como um projeto pessoal. “Insecure” foi indicado quatro vezes ao Emmy, entre 2018 e 2020.

 

Black-Ish

“Black-Ish” é uma série sobre a busca da identidade negra. Lançada em 2014, a comédia sit-com mostra a família Johnson, cidadãos negros que começam a questionar se sua posição financeira, como classe alta, está afetando a identidade dos filhos mais novos.

 

Grown-Ish

Spin-off de “Black-Ish”, focando na filha mais velha da família, Zoey. A personagem está indo para a faculdade, e mostra, de forma engraçada, a diferença da vida no dormitório universitário.

A série conta no elenco personalidades como Yara Shahidi, a nova Tinker Bell, como Zoey, além de Trevor Jackson, Luka Sabbat, as gêmeas cantoras Halle e Chloe Bailey, Francia Raisa e Jordan Buhat.

 

When They See Us

“Olhos Que Condenam” é o título brasileiro da minissérie baseada em fatos reais, da Netflix. 

A trama série e revoltante acompanha a história dos cinco jovens negros, moradores de Harlem, em Nova York, que foram injustamente acusados de abusar sexualmente de uma mulher no Central Park, em 1989. O seriado coloca um holofote nas falhas polêmicas do julgamento dos meninos, que realmente aconteceu.

+++LEIA MAIS: "Made In Honório": Anitta resgata desafios da própria trajetória em trailer divulgado nesta quinta-feira (19)

On My Block

Por fim, “On My Block” fala sobre a representatividade negra e latina nos Estados Unidos. Com três temporadas, a série conta a história de um grupo de amigos que moram e estudam em Los Angeles. Vindos de famílias simples, com pouco dinheiro, o seriado conta de forma bem-humorada, realista e bem crítica a sociedade latina presente na Califórnia.

Último acesso: 04 Dec 2020 - 08:26:00 (1044695).