"Máquina do Tempo", de Matuê, quebra recordes e se torna o álbum com a melhor estreia no Spotify Brasil

Com sete faixas, aguardado trabalho debutou com seis delas no Top 10 e todas no Top 15

Publicado terça 15 setembro, 2020

Com sete faixas, aguardado trabalho debutou com seis delas no Top 10 e todas no Top 15
Matuê - Divulgação

Na noite da última quinta-feira (10), Matuê lançou seu aguardado álbum de estreia, “Máquina do Tempo”, e fez história – o trabalho se tornou a melhor estreia de todos os tempos no Spotify Brasil, alcançando as primeiras posições da lista de canções mais escutadas na plataforma de streaming no país. Totalmente autoproduzido e sem nenhuma participação, com “Máquina do Tempo”, o artista nascido em Fortaleza marca, de vez, seu nome no cenário musical nacional. 

O próprio Matuê conta que se surpreendeu com o resultado marcante do lançamento: “A ideia desde o começo sempre foi fazer uma coisa impactante. A gente queria criar algo que fosse brincar com o imaginário das pessoas. E eu sabia que a estética estava especial, sabia que a ideia por trás, o conceito por trás, era algo autêntico e eu imaginava que iria causar um impacto dentro da cena do Rap, do Trap, mas pensar que a gente iria fazer números que iriam passar artistas maiores, do Pop, do Sertanejo, do Funk, e tal, eu acredito que ninguém botava fé. Então, foi uma surpresa muito grande. É legal saber que o que a gente está fazendo tem a força para tomar a frente das paradas e tomar a frente da música no Brasil”, comemora.

O lançamento de “Máquina do Tempo” quebrou todos os recordes e emplacou seis músicas no Top 10 do Spotify Brasil, com todas no Top 15: “Máquina do Tempo” (#1), “777-666” (#3), “Cogulândia” (#4), “Antes” (#6), “É Sal” (#7), “Gorila Roxo” (#8) e “Vem Chapar” (#14). O álbum também estreou com 3 músicas no chart global da plataforma – “Máquina do Tempo” (#114), “777-666” (#153) e “Cogulândia” (#188). Todas as faixas também estrearam no Top 200 em Portugal.

Hoje (15), quatro dias após a estreia, a faixa “Máquina do Tempo” permanece em primeiro lugar, cinco músicas do disco estão no Top 10, seguidas por “Gorila Roxo” na 13º posição e “Vem Chapar” na 35º posição da parada musical brasileira.

Já na Deezer, o álbum estreou com todas as faixas no Top, sendo seis no Top 20: “Máquina do Tempo” (#5), “777-666”(#8), “Cogulândia” (#9), “Antes” (#13), “É Sal” (#16), “Gorila Roxo” (#18) e “Vem Chapar” (#42).

Na Apple, o álbum estreou em #1 no ranking. Os resultados também vieram no YouTube, onde Matuê alcançou as posições #1, #2 e #3 dos vídeos em alta, com “777-666”, “Máquina Do Tempo” e “Antes”, respectivamente. E mesmo hoje, quatro dias após o lançamento, este top 3 se mantém, com a diferença de que a faixa “Antes” abriu espaço para “É Sal”.

De acordo com o resultado da última semana do ranking Top Music Videos do YouTube, "Máquina do Tempo", com atuais 10 milhões de views, tem grande chance de estrear entre os Top 5 vídeos mais assistidos da semana na plataforma. O ranking fecha na nesta quinta-feira (17) e os números seguem aumentando.

O pré-lançamento do álbum também movimentou as redes e ruas: Na cidade de São Paulo, o artista estampou um grande painel de grafite, e em outras capitais brasileiras, espalhou stencils nas ruas com arte inspirada na identidade visual do álbum.

Em suas redes, Matuê ressurgiu com um post sobre o novo álbum, provocando reações de artistas da cena Rap, famosos e fãs. O post teve grande repercussão, alcançando mais de 500 mil likes. Matuê fez ainda uma incrível Live, de apenas um minuto, registrada de um drone, do alto do prédio em São Paulo que carrega o grande painel de “Máquina do Tempo”. Em apenas 60 segundos, alcançou 30 mil espectadores e fincou seu nome nos Trending Topics do Twitter.

Último acesso: 30 Sep 2020 - 19:21:25 (1043330).