A internet não está nada feliz com a nova adaptação de "Mulan", entenda!

O live-action da animação de 1998 estreou no Disney+ nesta segunda-feira (7)

Publicado sexta 11 setembro, 2020

O live-action da animação de 1998 estreou no Disney+ nesta segunda-feira (7)
Cena de "Mulan". - Divulgação

“Mulan” chegou no Disney+, nova plataforma de streaming da Disney, nesta segunda-feira (7). Porém, algumas pessoas não ficaram satisfeitas com o longa e estão pedindo para que outras pessoas não vejam, promovendo um boicote. 

A estreia do filme gerou conversas sobre a atual situação política e humanitária da China. O principal motivo? O agradecimento da Disney, nos créditos finais do filme, aos “grupos governamentais” trabalhando na província chinesa de Xinjang, onde o filme foi gravado.

 

+++LEIA MAIS: Olaf, queridinho de Frozen, ganhará curta contando sua história

Para começar a entender a revolta do público de “Mulan”, precisamos entender o que está acontecendo em Xinjang. A província, que fica no noroeste do país, abriga 11 milhões de uigures, etnia turca de maioria muçulmana. Entretanto, o governo chinês é acusado de manter pelo menos um milhão de pessoas desse povo em “campos de prisioneiros”, mesmo sem nenhum julgamento. Além disso, o país estaria impedindo que as mulheres tenham mais filhos.

É dito que nos campos, os muçulmanos são obrigados a dizer que se afastarão de sua fé e jurar lealdade a Xi Jinping, presidente chinês. Além disso, os prisioneiros são forçados a falar outra língua, que não a sua: o mandarim.

A China negou fortemente as acusações, afirmando que os uigures estão sendo educados em “centros de treinamento vocacional”, como forma de combater o extremismo religioso.

Outra polêmica envolvendo o filme começou quando a Disney escolheu Lui Yifei para interpretar o papel de Mulan. A atriz enfureceu a internet ao apoiar nas redes sociais a ação da policial de Hong Kong, em 2019. Na época, a polícia foi acusada de violência contra manifestantes, que protestavam contra as novas regras do governo chinês.

A Disney ainda não se manifestou sobre o caso.

+++LEIA MAIS: Marvel decide cancelar continuação de Pantera Negra, afirma site

 

Último acesso: 29 Sep 2020 - 11:28:27 (1043284).